Início Opinião João Carvalho Descrevo-te

Descrevo-te

COMPARTILHE
   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade   

Hoje não te escrevo, descrevo-te,

Atento em pormenores que dizes nem reparar,

A forma como o vento agita o teu cabelo,

O brilho que o sol reflecte no teu olhar,

O molhado dos teus lábios suaves.

A fragilidade do teu corpo de menina/mulher,

A beleza das curvas que o compõem,

A doce traça da tua pele.

O riso que ilumina os meus dias,

A desenvoltura do teu menear,

Descrevo-te, talvez assim acredites,

Nas palavras que te escrevo e de que dizes duvidar…

Texto: AAdolfo
Foto: João Carvalho

   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade   

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here