Início Actual Portalegre: Comandante da Escola Prática da GNR exonerado do cargo alegadamente por...

Portalegre: Comandante da Escola Prática da GNR exonerado do cargo alegadamente por ter feito declaração de carácter político

COMPARTILHE
   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade   

O Comandante da Escola Prática da GNR, de Portalegre, Pedro Ribeiro Duarte, foi exonerado do cargo, terça feira, alegadamente por ter feito uma declaração de carácter politico, na abertura oficial da Feira de Doçaria Conventual e Tradicional de Portalegre, noticia a Rádio Portalegre (RP).

“Não sei se a senhora Presidente se vai recandidatar ou não. Sei que se na altura tivermos aqui [Centro de Formação de Portalegre da GNR] mais um alistamento com cerca de 400 elementos não sei se os podemos influenciar de alguma forma. Não sei se isso legalmente será possível…mas penso que não. Eles têm os seus próprios locais de voto”, afirmou Pedro Duarte.

Confrontando com este caso, o presidente da Associação Sócio-Profissional Independente da Guarda (ASPIG), José Alho, referiu que “não fica bem (a um militar da GNR) mesmo em tom irónico e ainda por cima, em ano de eleições autárquicas, fazer este tipo de afirmações”.

O dirigente defendeu ainda que “é preciso cuidado, bom senso e maturidade”, quando se fala em público, para não “sujeitar a instituição a risotas destas”.

Contactado também pela RP, o presidente da Associação de Sargentos da GNR, José Lopes, considerou este episódio “lamentável”, argumentando que o mesmo vem “acicatar problemas de indefinição no âmbito da formação, que disse ser “o pilar fundamental da instituição”.

O Coronel Pedro Duarte, de 55 anos de idade, ocupava o cargo de Comandante da Escola Prática da GNR desde 13 de Fevereiro deste ano.

Gabriel Nunes (RP)

   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade   

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here